20110719


Não apenas se recomprovou a existência em 2011 do efeito Kulechov, como também se montou um belo quadro que pode ser admirado pelas famílias que nutrem apreço pela descoberta humana. O horror da morte também possui sua beleza, bem como sua emoção pode ser explicitada pelo recurso do campo (vemos uma árvore ao fundo na densa neve) e contracampo (o horror da morte por animais selvagens da neve sob suéter).


O tableaux que vemos a seguir se refere justamente ao efeito que se comprovou ativo na atualidade apesar das suspeitas de que o efeito Kulechov havia se dissipado em 1983 após medições equivocadas de Henrich Mikaelh e Ram-Tsa-Kah, falecido em maio passado. Observamos objetivamente que de acordo com o sentido estabelecido no segundo contracampo, a neve não causaria males aos seres que ali vivem se estes se protegessem de acordo com seu alto grau de luminosidade, permitindo eventuais fugas de animais selvagens, bem como a prevenção de acidentes com planadores de neve automotivos.

A pesquisa concluída em junho de 2011 permanece inédita, atualmente sob o domínio© do pelotão brasileiro de cientistas juvenis® e em negociação com blogs acadêmicos.

.

Um comentário:

  1. Lindo em inúmeras maneiras...

    Meus parabéns ao Pelotão.

    ResponderExcluir